quinta-feira, maio 23, 2024
InícioPolíciaGoverno do Estado doa terrenos na Cidade do Povo para construção de...

Governo do Estado doa terrenos na Cidade do Povo para construção de habitações populares

Publicado em

Da Secom

O governador Gladson Cameli sancionou o projeto de lei que autoriza a doação de terrenos, localizados no bairro Cidade do Povo, em Rio Branco, para o Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), com o objetivo de construir habitações populares. A homologação consta no Diário Oficial (DOE)  desta terça-feira, 19, e compõe as ações do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) no Acre.

Ao todo, foram doados 768 imóveis localizados na Cidade do Povo. Foto: Arquivo/Secom

A atualização das regras que normatizam o repasse de recursos às instituições sociais está subordinada a partir de agora à Lei nº 3.472.

O Projeto de Lei nº 288/2023 estende as doações a eventuais desmembramentos dos imóveis e alerta que a demora superior a dois anos para o início da construção das moradias implicará na revogação da doação e na reversão dos imóveis ao patrimônio do Estado do Acre.

Minha Casa, Minha Vida no Acre

Em fevereiro de 2023, o governo federal retomou a maior política habitacional da história do Brasil, o programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), com a meta de contratar 626 mil unidades habitacionais em todo o Brasil.

A nova versão do MCMV trouxe condições diferentes, como o aumento do limite máximo de renda para a Faixa 1 em áreas urbanas, de R$ 1.800,00 para até R$ 2.640,00, ou renda anual de até R$ 31.680,00, em áreas rurais. O redesenho do programa apresentou, também, taxas de juros mais baixas e aumento do subsídio.

Em abril, secretários e gestores do governo do Acre se reuniram  com os representantes da Caixa Econômica Federal para discutir sobre a construção de moradias populares no estado.

No mês passado, em pronunciamento oficial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante o lançamento das primeiras propostas para a nova versão do programa, informou que serão ao todo 1.616 casas, com 1,4 mil construídas em Rio Branco, além de 100 em Xapuri e mais 100 em Cruzeiro do Sul. Ao todo, serão 29 mil unidades habitacionais para a Região Norte.

De acordo com o governo do Acre, as moradias na capital acreana serão erguidas nos bairros Calafate, Cidade do Povo e Irineu Serra. Ainda segundo o governo, a construção das casas está prevista para começar no primeiro semestre de 2024, com custo de R$ 220 milhões.

Copiar

Últimas Notícias

Receita Federal abre da consulta ao 1º lote da restituição de IR

A Receita Federal liberou às 10h desta 5ª feira (23.mai.2024) a consulta ao 1º...

Federação de X1 e X2: convocatória anuncia eleição e posse de diretores em 21 de junho

O Presidente da Comissão Pró-fundação da Federação Acreana de X1 E X2, convoca a...

Deputados e Secretaria da Mulher ouvem vítimas de assédio que envolve presidente do Iapen

A Secretaria de Comunicação informou que as supostas vítimas de assédio pelo presidente do...

Policiais penais reagem e sindicalista diz que representaria melhor a categoria como presidente do Iapen; Ouça a entrevista

Éden Azevedo, presidente do Sindicato dos Policiais Penais, disse há pouco (ouça acima) que...

Rio Branco terá colapso no abastecimento de água em 10 dias, diz vereador

O vereador Nogueira Lima comunicou que a população de Rio Branco tende a sofrer...

Você não pode copiar o conteúdo desta página