segunda-feira, abril 22, 2024
InícioPolíciaPrimo confessa ter estuprado menina de 4 anos encontrada morta

Primo confessa ter estuprado menina de 4 anos encontrada morta

Publicado em

A menina Kemilly Hadassa Silva, de 4 anos, desaparecida desde a madrugada de sábado, foi encontrada morta no domingo, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Em nota, a Polícia Militar afirmou que o corpo estava na Rua Pernambuco, no bairro de Campo Alegre. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) está à frente das investigações e afirmou que a criança foi estuprada.

Quem é o principal suspeito?

De acordo com o delegado Mauro César da Silva Junior, titular da DHBF, o suspeito do crime é Reynaldo Rocha Nascimento, de 22 anos, primo de segundo grau da mãe de Kemelly e detido após ser agredido por vizinhos, no último sábado. Ele tem passagem por roubo e foi levado à 56ª (Comendador Soares) e depois encaminhado para a Delegacia de Homicídios. As equipes continuaram com as diligências, em busca da localização do corpo da criança, que estava escondido em um saco de ração.

Multidão tenta linchar suspeito

 

Os investigadores tiveram dificuldade para fazer a perícia no local. Segundo a polícia “uma multidão” se reuniu à beira do valão onde o corpo estava para linchar o suspeito. Após a localização do cadáver, Reynaldo, ainda segundo a Polícia Civil, confessou o crime. Ele contou que havia retirado a menina de casa, pois sabia que ela estaria sozinha, afirmou a corporação.

Como aconteceu o crime?

 

O suspeito disse que, após a violência sexual, Kemilly começou a chorar. Com medo de que o barulho atraísse a atenção de alguém, Reynaldo, ainda de acordo com a polícia, começou a cortar o pescoço da criança, mas mudou de ideia e a enforcou. Depois, escondeu o corpo da criança.

Reynaldo está preso temporariamente para o encerramento das investigações. Ele responderá por estupro de vulnerável e homicídio qualificado, de acordo com o delegado Mauro César. As diligências continuam para obter mais detalhes do crime, assim como a possibilidade de responsabilização de outras pessoas.

CASO HADASSA:

Copiar

Últimas Notícias

Às 17 horas: “Farra na República Gourmet” neste domingo tem cerveja a R$ 0,99 e entrada liberada para mulheres

O Pagode já tradicional na República Gourmet tem novo horário. Começa logo mais à...

Jantar em Brasília: Gladson, Socorro Neri e Aberson reafirmam unidade do PP e tratam Alysson como “prefeiturável”

O governador Gladson Cameli, presidente estadual do PP, o secretário Aberson Carvalho (Educação), presidente...

9 mil motoristas do Acre estão com o exame toxicológico vencido e podem perder o direito de dirigir

Dados do próprio Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/AC) apontam que cerca de 9 mil...

Vem, Aedes aegypti: a água escassa, suja e parada na fonte que não funciona em frente à prefeitura de Rio Branco; VÍDEOS

Aquela mega reforma em tons de azul. Lembram? Desbotou. A Praça da Revolução parece ter sido preparada...

Calote no povo: as 1001 casas do Bocalom, que seriam entregues daqui a 24 dias, ficaram pra depois das eleições

A assessoria da Prefeitura de Rio Branco informou que as 1001 unidades habitacionais prometidas...

Você não pode copiar o conteúdo desta página