quinta-feira, maio 23, 2024
InícioDESTAQUEGoverno Lula reconhece emergência em 17 cidades do Acre e ministro comunica...

Governo Lula reconhece emergência em 17 cidades do Acre e ministro comunica decisão ao governador

Publicado em

O ministro Waldez Goes (Desenvolvimento Regional) comunicou, em telefonema, ao governador Gladson Cameli, na tarde de domingo, que o governo federal reconheceu a emergência decretada pelo Governo no Acre em Rio Branco e outros 16 municípios, em razão das cheias dos rios e igarapés. A ministra da Saúde, Nísia Trindade, também conversou com Cameli.  Os ministros devem visitar as regiões mais críticas, atendendo ao convite do Estado.

Pela manhã, o governo do estado definiu ações emergenciais para enfrentar as enchentes que assolam diversos municípios acreanos.

Toda a estrutura possível do governo do Estado está à disposição das prefeituras de Tarauacá, Assis Brasil, Plácido de Castro e Jordão neste momento difícil, informou a Comunicação Social do governo local.

A cidade de Jordão, especialmente afetada pela cheia do Rio Tarauacá, recebeu insumos essenciais no sábado, 24, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Com cerca de 40% da área urbana comprometida e o hospital de referência inundado, a população local enfrenta uma situação crítica. O secretário de saúde do Acre, Pedro Pascoal, esteve pessoalmente na cidade para coordenar a entrega de suprimentos, destacando a importância do apoio neste momento difícil.

Insumos foram levados de avião para Jordão em uma ação emergencial do governo do Estado. Foto: Izabelle Farias/Sesacre

Assis Brasil também decretou Situação de Emergência, enquanto na capital, Rio Branco, o Rio Acre ultrapassou a cota de transbordamento, atingindo 15,46 metros neste domingo, 25. Ainda no último sábado, 24, o governador Cameli visitou pessoalmente os pontos de transbordamento em Rio Branco e nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, levando donativos e reforçando o compromisso do governo com a região.

A tendência, segundo institutos de acompanhamento ambiental, é de aumento das águas, agravando a situação nos municípios ainda nos próximos dias.

Governador vai a Brasília para conseguir apoio e recursos para as cidades acreanas atingidas pela cheia dos rios. Foto: Pedro Devani/Secom

“Estamos mobilizando todos os recursos do Estado para enfrentar essa situação crítica. Nossa prioridade é garantir o suporte necessário aos municípios afetados. Agradeço o apoio do governo federal e reforço nosso compromisso com a população acreana. Estamos unidos para superar essa adversidade juntos”, declarou o governador.

Copiar

Últimas Notícias

Receita Federal abre da consulta ao 1º lote da restituição de IR

A Receita Federal liberou às 10h desta 5ª feira (23.mai.2024) a consulta ao 1º...

Federação de X1 e X2: convocatória anuncia eleição e posse de diretores em 21 de junho

O Presidente da Comissão Pró-fundação da Federação Acreana de X1 E X2, convoca a...

Deputados e Secretaria da Mulher ouvem vítimas de assédio que envolve presidente do Iapen

A Secretaria de Comunicação informou que as supostas vítimas de assédio pelo presidente do...

Policiais penais reagem e sindicalista diz que representaria melhor a categoria como presidente do Iapen; Ouça a entrevista

Éden Azevedo, presidente do Sindicato dos Policiais Penais, disse há pouco (ouça acima) que...

Rio Branco terá colapso no abastecimento de água em 10 dias, diz vereador

O vereador Nogueira Lima comunicou que a população de Rio Branco tende a sofrer...

Você não pode copiar o conteúdo desta página