segunda-feira, abril 22, 2024
InícioDESTAQUEBolsonaro negará versão de asilo: "Alexandre de Moraes não tinha motivos para...

Bolsonaro negará versão de asilo: “Alexandre de Moraes não tinha motivos para mandar prendê-lo”

Publicado em

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) deve apresentar explicações ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes sobre a permanência por dois dias na Embaixada da Hungria em Brasília. Nesta quarta-feira, 27, é esperado que os advogados de Bolsonaro apresentem a justificativa. As informações são da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Segundo a jornalista, o principal argumento será que Bolsonaro não teria motivos para suspeitar minimamente que poderia ser alvo de um mandado de prisão. Por isso, não teria o objetivo de se esconder ou pedir asilo político, como as autoridades suspeitam.

Os advogados devem dizer que, quatro dias antes da suposta visita de Bolsonaro à Embaixada Húngara, a Polícia Federal havia prendido ex-auxiliares do ex-presidente por determinação de Alexandre de Moraes. A liberdade de Bolsonaro foi mantida, e seu passaporte foi recolhido. Por isso, se o ministro quisesse prendê-lo, teria determinado a prisão no mesmo dia.

Ainda de acordo com a jornalista, a defesa de Bolsonaro afirmou: “Não faria, portanto, qualquer sentido suspeitar minimamente de que um decreto de prisão preventiva pudesse ocorrer” depois de quatro dias de medidas cautelares serem aplicadas.

“Se tal fosse o intento do ministro relator [Moraes], já o teria feito dias antes, não se limitando simplesmente à custódia do documento de viagem [passaporte de Bolsonaro]”, completaram.

Manter contatos
Segundo Mônica Bergamo, Jair Bolsonaro teria ido à Embaixada da Hungria para manter “contatos” com autoridades do país, já que teria uma agenda política nacional e internacional “extremamente ativa”, como ex-presidente.

“Não faz sentido supor que por detrás da visita à delegação diplomática havia algum plano sub-reptício visando furtar-se das investigações em andamento, com as quais, rediga-se, sempre colaborou”, afirmaram os advogados à colunista.

Copiar

Últimas Notícias

Às 17 horas: “Farra na República Gourmet” neste domingo tem cerveja a R$ 0,99 e entrada liberada para mulheres

O Pagode já tradicional na República Gourmet tem novo horário. Começa logo mais à...

Jantar em Brasília: Gladson, Socorro Neri e Aberson reafirmam unidade do PP e tratam Alysson como “prefeiturável”

O governador Gladson Cameli, presidente estadual do PP, o secretário Aberson Carvalho (Educação), presidente...

9 mil motoristas do Acre estão com o exame toxicológico vencido e podem perder o direito de dirigir

Dados do próprio Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/AC) apontam que cerca de 9 mil...

Vem, Aedes aegypti: a água escassa, suja e parada na fonte que não funciona em frente à prefeitura de Rio Branco; VÍDEOS

Aquela mega reforma em tons de azul. Lembram? Desbotou. A Praça da Revolução parece ter sido preparada...

Calote no povo: as 1001 casas do Bocalom, que seriam entregues daqui a 24 dias, ficaram pra depois das eleições

A assessoria da Prefeitura de Rio Branco informou que as 1001 unidades habitacionais prometidas...

Você não pode copiar o conteúdo desta página