segunda-feira, abril 22, 2024
InícioDestaque 1Eleições em Rio Branco: Alysson Bestene será vice de Bocalom; Veja bastidores...

Eleições em Rio Branco: Alysson Bestene será vice de Bocalom; Veja bastidores da decisão

Publicado em

Martelo batido, ponta virada. O secretário Alysson Bestene (PP) está sendo “intimado” a aceitar a composição com o PL.

Sem poder de decisão sobre a própria pré-candidatura, é dominado por um grupo acima dele, que decidiu que ele disputará as eleições deste ano como candidato a vice prefeito de Rio Branco.

Entre o engenheiro Marcus Alexandre e o prefeito Tião Bocalom, o grupo encarregado de tomar a decisão optou pelo ex-progressista.

As portas do MDB se fecham.

Uma reunião inadiável e intransferível está marcada para esta segunda-feira, provavelmente ao final do expediente, a portas fechadas, na Casa Civil.

A convocação foi feita via Whatsaap e por telefonemas a interessados diretos.

Estarão presentes os chamados conselheiros de administração do governo, entre eles Silvânia Pinheiro (assessora do Gabinete do Governador), Luiz Calixto (Segov), Jonatan Donadoni (chefe da Casa Civil), coronel Messias (chefe de Gabinete do Governador), o coronel Ricardo Brandão (secretário de Planejamento). Ney Amorim (Esportes) e Normando Sales (assessor de governo), Correinha (diretor da Anac) e Minoru Kinpara (Fundação Elias Mansour) devem aparecer também.

Não houve contato direto com Bocalom sobre a questão.

Emissários o procuraram e a aliança não é tratada, ainda, como oficial.

O prefeito, que perderia a disputa em primeiro turno, segundo algumas pesquisas, não rejeitaria a junção das duas máquinas (municipal e estadual) para tentar bater Marcus Alexandre.

Alysson se isolou. Está cabisbaixo, porém ciente de que seu nome não alcançará os dois dígitos nas pesquisas eleitorais.

A leitura que se faz é a seguinte:

O sobrenome Bestene também não ajuda.

Se a duplar vencer as eleições, Alysson assumiria a prefeitura após Bocalom se afastar para disputar o Senado ou uma cadeira de deputado federal em 2026, já que estaria impedido de pleitear um terceiro mandato seguido.

Em novo artigo sobre o assunto, em instantes, abordaremos o papel do governador e da presidente do PP, Socorro Neri, diante desse novo cenário.

 

Copiar

Últimas Notícias

Às 17 horas: “Farra na República Gourmet” neste domingo tem cerveja a R$ 0,99 e entrada liberada para mulheres

O Pagode já tradicional na República Gourmet tem novo horário. Começa logo mais à...

Jantar em Brasília: Gladson, Socorro Neri e Aberson reafirmam unidade do PP e tratam Alysson como “prefeiturável”

O governador Gladson Cameli, presidente estadual do PP, o secretário Aberson Carvalho (Educação), presidente...

9 mil motoristas do Acre estão com o exame toxicológico vencido e podem perder o direito de dirigir

Dados do próprio Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/AC) apontam que cerca de 9 mil...

Vem, Aedes aegypti: a água escassa, suja e parada na fonte que não funciona em frente à prefeitura de Rio Branco; VÍDEOS

Aquela mega reforma em tons de azul. Lembram? Desbotou. A Praça da Revolução parece ter sido preparada...

Calote no povo: as 1001 casas do Bocalom, que seriam entregues daqui a 24 dias, ficaram pra depois das eleições

A assessoria da Prefeitura de Rio Branco informou que as 1001 unidades habitacionais prometidas...

Você não pode copiar o conteúdo desta página