quinta-feira, maio 23, 2024
IníciogeralMorre O.J. Simpson, ex-jogador de futebol americano absolvido de assassinato

Morre O.J. Simpson, ex-jogador de futebol americano absolvido de assassinato

Publicado em

Morreu, nesta quarta-feira (10/4), o ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, aos 76 anos. Ele enfrentava um câncer. A informação foi confirmada pela família do ex-atleta nas redes sociais.

“No dia 10 de abril, o nosso pai, Orenthal James Simpson, sucumbiu à sua batalha contra o câncer. Ele estava cercado por seus filhos e netos. Durante este período de transição, a família dele pede que você respeite seus desejos de privacidade e graça”, diz a nota da família.

Nos anos 1990, o ex-atleta foi julgado e absolvido pelo duplo assassinato de sua ex-mulher, Nicole Brown Simpson, e do amigo dela, Ron Goldman. Em 2008, O.J. Simpson foi condenado por um assalto à mão armada. Ele ficou preso durante nove anos até receber liberdade condicional em 2017.

Depois da carreira como atleta, O.J. chegou a atuar como ator na trilogia Corra que a polícia vem aí, e também estrelou em diversos comerciais televisivos.

Do Correio Braziliense

Copiar

Últimas Notícias

Receita Federal abre da consulta ao 1º lote da restituição de IR

A Receita Federal liberou às 10h desta 5ª feira (23.mai.2024) a consulta ao 1º...

Federação de X1 e X2: convocatória anuncia eleição e posse de diretores em 21 de junho

O Presidente da Comissão Pró-fundação da Federação Acreana de X1 E X2, convoca a...

Deputados e Secretaria da Mulher ouvem vítimas de assédio que envolve presidente do Iapen

A Secretaria de Comunicação informou que as supostas vítimas de assédio pelo presidente do...

Policiais penais reagem e sindicalista diz que representaria melhor a categoria como presidente do Iapen; Ouça a entrevista

Éden Azevedo, presidente do Sindicato dos Policiais Penais, disse há pouco (ouça acima) que...

Rio Branco terá colapso no abastecimento de água em 10 dias, diz vereador

O vereador Nogueira Lima comunicou que a população de Rio Branco tende a sofrer...

Você não pode copiar o conteúdo desta página