quinta-feira, maio 23, 2024
IníciogeralAcre solicita ao Ministério da Saúde envio de kits calamidade para socorro...

Acre solicita ao Ministério da Saúde envio de kits calamidade para socorro imediato aos 19 municípios em emergência

Publicado em

Diante do cenário catastrófico enfrentado pela população acreana, com 19 municípios em situação de emergência pelas cheias, a Saúde do Acre (Sesacre) solicitou com urgência ao Ministério da Saúde (MS) o envio de kits calamidade para socorro imediato às famílias afetadas pela enchente.

O MS confirmou o envio dos kits, compostos por 32 medicamentos e 16 insumos — como anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos, além de luvas e seringas. Os produtos desempenham papel fundamental no atendimento à população e na mitigação dos efeitos negativos das condições climáticas.

A grave cheia que atinge as cidades acreanas já afeta mais de 14,4 mil pessoas. A situação mais grave é nos municípios de Jordão e Brasileia, que estão com cerca de 80% e 75% de seus territórios tomados pelas águas, respectivamente.

Brasileia vive a cheia mais crítica de sua história. Foto: Marcos Vicentti/Secom

A previsão é de que os kits cheguem à capital na noite desta quinta-feira, 29. A partir do recebimento, a Sesacre irá iniciar a distribuição aos municípios, priorizando aqueles onde a situação é mais crítica.

“Já garantimos o kit de desastre, que vai ser disponibilizado nos próximos dias pelo Ministério da Saúde. Vamos priorizar as cidades onde a situação é mais crítica e seguiremos com a nossa força-tarefa, indo a cada localidade e fazendo o que for preciso pra que, juntos, possamos superar esse momento difícil pra nossa população”, destacou Pedro Pascoal, secretário de Saúde do Acre.

O governo do Acre tem atuado de forma organizada e planejada diante da catástrofe, para minimizar os impactos à população, empenhando todos os seus recursos. A Sesacre, por sua vez, mobilizou toda a sua estrutura para atender os municípios e tem realizado uma força-tarefa para garantir a continuidade dos serviços de saúde.

Os municípios atingidos pelo transbordamento dos rios e igarapés que estão em estado de emergência são Assis Brasil, Brasileia, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Jordão Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro, Porto Walter, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira, Tarauacá e Xapuri.

Situação de Emergência

Nesta quarta-feira, 27, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu a situação de emergência decretada em 17 cidades do Acre no último domingo, 25. A portaria 622, assinada pelo pelo secretário da pasta, Wolnei Wolf Barreiros, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira, 26.

Com isso, o Estado consegue acessar recursos federais complementares, para ajudar no atendimento às famílias atingidas pela cheia no Acre, causada pelo transbordamento dos rios e igarapés. Até esta terça-feira, 27, mais de 11 mil pessoas precisaram sair de suas casas devido à enchente. Nas dez cidades mais afetadas, há 58 abrigos para atender a população e todos têm recebido suporte do governo.

Copiar

Últimas Notícias

Receita Federal abre da consulta ao 1º lote da restituição de IR

A Receita Federal liberou às 10h desta 5ª feira (23.mai.2024) a consulta ao 1º...

Federação de X1 e X2: convocatória anuncia eleição e posse de diretores em 21 de junho

O Presidente da Comissão Pró-fundação da Federação Acreana de X1 E X2, convoca a...

Deputados e Secretaria da Mulher ouvem vítimas de assédio que envolve presidente do Iapen

A Secretaria de Comunicação informou que as supostas vítimas de assédio pelo presidente do...

Policiais penais reagem e sindicalista diz que representaria melhor a categoria como presidente do Iapen; Ouça a entrevista

Éden Azevedo, presidente do Sindicato dos Policiais Penais, disse há pouco (ouça acima) que...

Rio Branco terá colapso no abastecimento de água em 10 dias, diz vereador

O vereador Nogueira Lima comunicou que a população de Rio Branco tende a sofrer...

Você não pode copiar o conteúdo desta página