sábado, junho 22, 2024

Top 5 desta semana

Notícias relacionadas

Emergência decretada: ministro diz a Petecão que estado e prefeituras devem apressar pedido de ajuda

Na manhã desta segunda-feira, 26 de fevereiro, o senador Sérgio Petecão (PSD/AC) esteve em reunião com o Ministro Waldez Góes, do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional. O objetivo do encontro foi buscar ajuda urgente para os municípios do Acre que foram severamente impactados pelas enchentes recentes.

O Ministro Góes destacou a necessidade de rapidez por parte dos municípios e do estado em solicitar os recursos para a ajuda humanitária, ressaltando que o reconhecimento da situação de emergência já foi rapidamente tramitado no Ministério e publicado em edição extra do Diário Oficial da União. “Por determinação do Presidente Lula, fizemos o reconhecimento sumário e o Diário Oficial da União circulou ontem, no domingo, para fazer a publicação. Isso é o compromisso do Presidente Lula e do governo federal. À tarde, teremos reuniões para definir o plano de ação, ajuda humanitária e a reconstrução. Vamos trabalhar com a mesma agilidade para que a assistência chegue o mais rápido possível”, afirmou o ministro.

O reconhecimento de situação de emergência abrange 17 municípios acreanos, incluindo Assis Brasil, Brasileia, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro, Porto Acre, Porto Walter, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira, Tarauacá e Xapuri, conforme publicado no Diário Oficial da União, no último domingo.

Durante a reunião, a Prefeita Fernanda Hassem, de Brasileia, teve a oportunidade de falar com o ministro por telefone, relatando os sérios problemas que a cidade está enfrentando: “São centenas de famílias desabrigadas, estamos com abrigos provisórios, e precisamos de ajuda urgente, a situação aqui está alarmante e desesperadora”, disse a prefeita.

O senador Petecão enfatizou a importância da cooperação entre o Governo Federal, prefeituras e o governo estadual para enfrentar as consequências das enchentes e garantir assistência humanitária à população e recuperação das regiões afetadas. Ele ressaltou a necessidade de união e solidariedade neste momento difícil para a população acreana, finalizando com palavras de gratidão ao Ministro Góes e ao Presidente Lula: “Waldez é um amigo, foi assim nas enchentes passadas, foi também na maior seca em nosso estado. Eu vim aqui em nome do povo do Acre, mais uma vez em busca de ajuda e agradecer a você (Ministro) e ao nosso Presidente Lula pelo apoio e a mão amiga que sempre estenderam a nós”, disse Petecão.

 

Por Assessoria.

Você não pode copiar o conteúdo desta página