quinta-feira, julho 18, 2024

Top 5 desta semana

Notícias relacionadas

Justiça torna réu professor do IFAC que torturou adolescente em Xapuri

A denúncia assinada pelo promotor do Grupo de Atuação Especial na Prevenção e Combate à Tortura, Walter Teixeira Filho, foi recebida pela Justiça do Acre.
Com a decisão o professor do IFAC de Xapuri ,Uilson Fernando Matter, e o diarista Ananias da Silva Monte, passaram a ser réus no processo.
Os dois vão responder pelo crime de tortura contra um adolescente de 16 anos.
O crime aconteceu em 27 de novembro do ano passado, por volta da 11 horas da manhã, na propriedade do funcionário público, no centro em Xapuri, no interior do estado.
Segundo a denúncia, o professor e o diarista submeteram a vítima a sofrimento físico e mental, com a finalidade de obter uma confissão da vítima.
Os acusados queriam saber onde estaria os objetos furtados da casa do educador.
Durante a sessão de tortura, o menor teria recebidos chicotadas de corda e também de um piraim.
Os acusados, ainda segunda a denúncia, teriam obrigado o menor a tomar uma pílula de cor rosa. Uilson Fernando teria dito ainda que o comprimido era para que a vítima pudesse dormir e não sentir sua morte.
Mas o menor manteve o medicamento em baixo da língua.
Como os acusados perceberam que a pílula não surtiu efeito, mandaram o menor ingerir mais três pílulas. Frente à recusa o menor foi ameaçado de morte.
Os réus vão responder ainda pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.
Na casa onde a vítima foi torturada, os policiais  encontraram um rifle calibre 22.
O professor do IFAC Uilson Fernando foi preso em dezembro do ano passado.
Enquanto, o diarista Ananias da Silva, que teve  a prisão preventiva, solicitada pelo Grupo de Atuação Especial na Prevenção e Combate à Tortura, foi detido na última quinta-feira, 31.

Você não pode copiar o conteúdo desta página