segunda-feira, abril 22, 2024
InícioPolíciaSegurança mínima: acreanos que fugiram em Mossoró ficaram 1 mês sem revista...

Segurança mínima: acreanos que fugiram em Mossoró ficaram 1 mês sem revista em suas celas

Publicado em

 A fuga de Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça do Presídio Federal de Mossoró foi resultado de diversas falhas de procedimentos. É o que aponta uma investigação preliminar realizada pela corregedoria da Secretária Nacional de Políticas Penais.
O relatório revela que  os dois presos ficaram ao menos 30 dias sem revista nas celas, quando o procedimento deve ser realizado, segundo as normas da Segurança Máximaq, todos os dias.
A corregedoria da SENAPPEN abriu uma investigação contra 10 servidores. A maioria estava de plantão no dia das fugas.
Neste sábado, 30, as buscas pelos fugitivos completaram 46 dias, sem o objetivo alcançado.
A partir de segunda-feira, 1,  vai ocorrer uma mudança na estratégia de buscas.
A permanência da Força Nacional em Mossoró não será renovada.
As buscas a Deibson Cabral e Rogério Mendonça serão realizadas pelas forças policiais do Rio Grande do Norte, com o apoio da inteligência.
Os investigadores acreditam que os dois fugitivos estejam atualmente escondidos em uma caverna na região e um deles estaria ferido.
22 servidores da unidade prisional já foram ouvidos pela Polícia Federal, do Rio Grande do Norte. Deibson Cabral e Rogério Nascimento fugiram no dia 14 de fevereiro deste ano.
Eles tinham sido transferidos do presídio do Acre, em 27 de setembro do ano passado.
Copiar

Últimas Notícias

Às 17 horas: “Farra na República Gourmet” neste domingo tem cerveja a R$ 0,99 e entrada liberada para mulheres

O Pagode já tradicional na República Gourmet tem novo horário. Começa logo mais à...

Jantar em Brasília: Gladson, Socorro Neri e Aberson reafirmam unidade do PP e tratam Alysson como “prefeiturável”

O governador Gladson Cameli, presidente estadual do PP, o secretário Aberson Carvalho (Educação), presidente...

9 mil motoristas do Acre estão com o exame toxicológico vencido e podem perder o direito de dirigir

Dados do próprio Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/AC) apontam que cerca de 9 mil...

Vem, Aedes aegypti: a água escassa, suja e parada na fonte que não funciona em frente à prefeitura de Rio Branco; VÍDEOS

Aquela mega reforma em tons de azul. Lembram? Desbotou. A Praça da Revolução parece ter sido preparada...

Calote no povo: as 1001 casas do Bocalom, que seriam entregues daqui a 24 dias, ficaram pra depois das eleições

A assessoria da Prefeitura de Rio Branco informou que as 1001 unidades habitacionais prometidas...

Você não pode copiar o conteúdo desta página