sábado, junho 22, 2024

Top 5 desta semana

Notícias relacionadas

Réu no Juizado da Infância, servidor protegido pela Comunicação de Bocalom recebe “sem aparecer desde o Carnaval”

Um servidor “protegido” do secretário de Comunicação da Prefeitura de Rio Branco, Ailton Oliveira, não comparece no local de trabalho desde o Carnaval. Esta é a informação dada pelo gabinete do prefeito Tião Bocalom.

Ele continua lotado como assessor de mídias.

A reportagem buscou informações junto a uma funcionária que cuida da agenda do prefeito. Ela responde surpresa que o servidor não é visto há quatro meses (gravação acima).

Intriga que o servidor em questão tenha recebido seus vencimentos (salário bruto de R$ 6.6 mil) como comissionado do município, integral e religiosamente, até o último mês de abril, como mostram documentos oficiais da Secretaria de Finanças.

Uma denúncia anônima revela que o servidor da prefeitura enfrenta processo judicial por suposto abuso e maus tratos contra a filha e foi denunciado pela própria mãe da criança, como demonstram processos que tramitam na Vara da Infância e Juventude da Comarca de Rio Branco.

Nota da redação

A identidade do servidor não será revelada considerando que os processos no âmbito do Juizado da Infância correm em segredo de justiça. O Boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia não será exposto pelos mesmos motivos. No entanto, cobra-se do secretário de Comunicação da Prefeitura de Rio Branco (à direita, de calça jeans) uma justificativa para manter na folha de pagamento um servidor que, segundo a Chefia de Gabinete do Prefeito, está ausente de suas funções há quatro meses.

Você não pode copiar o conteúdo desta página