sexta-feira, julho 19, 2024

Top 5 desta semana

Notícias relacionadas

Quem é a deputada do esquadrão bolsonarista cassada por pagar hamonização facial com dinheiro público

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá cassou, na noite desta quarta-feira 19, o mandato da deputada federal Silvia Waiãpi (PL), após recusar a prestação de contas da campanha da parlamentar em 2022. O caso ainda deve ser julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ela foi denunciada pelo MP Eleitoral por usar R$ 9 mil do fundo eleitoral para fazer harmonização facial num consultório odontológico de Macapá (AP).

A denúncia diz que a então candidata transferiu dinheiro da conta da campanha para a conta pessoal de sua coordenadora de campanha. A própria coordenadora procurou o MP para fazer a denúncia.

Waiãpi é um indígena do Amapá e fazia parte do esquadrão bolsonarista, eleita na rabeira da popularidade do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

A parlamentar ganhou destaque pela mistura improvável de características.

Além de indígena, ela já esteve em situação de rua, foi mãe adolescente, é poetisa e já atuou em produções da TV Globo.

A carreira artística, no entanto, foi interrompida por uma incursão no mundo do esporte. Após ser agredida por um homem no Rio de Janeiro Silvia passou a correr para evitar outras situações violentas. Ela começou a participar de competições e virou atleta no clube Vasco da Gama.

Carta Capital

Você não pode copiar o conteúdo desta página