sábado, junho 22, 2024

Top 5 desta semana

Notícias relacionadas

Cheque de 45 milhões: cantor acreano acusado por tentativa de estelionato é libertado, culpa o “amigo Capiroto” e diz: “caí num golpe”

O cantor Marcell Braga, preso ao tentar depositar um cheque de R$ 45 milhões, numa agência do Banco do Brasil, em Rio Branco, ganhou liberdade provisória na tarde desta quarta. A prisão, por agentes da Polícia Civil, ocorreu ontem. Em audiência de custódia, o juiz o proibiu de deixar a cidade.

Marcell tentou depositar o cheque na conta corrente dele próprio, mas a gerência do banco desconfiou da movimentação financeira e acionou a Polícia Civil. Na sede da DEFLA, o cantor disse que recebeu o cheque de Luiz Alfredo Barros Wanderley, conhecido como “Capiroto”, e que o dinheiro seria utilizado para comprar uma fazenda. Segundo ele, o depósito só poderia ser feito em uma agência do banco do brasil. Ele receberia 1% do valor se a transação fosse efetivada.

Movimentações financeiras atípicas com valores altos são monitoradas e fiscalizadas pelos órgãos de controle, entre eles a Receita Federal.

“Capiroto”, citado por Marcell

“Capiroto”, citado por ele como a pessoa que teria clonado o cheque, está foragido. Numa rede social, o cantor dá a sua versão, explicando que teria sido usado. E definiu a situação como “vergonhosa”.

“Caí num golpe por uma pessoa de má índole, que se dizia meu amigo. Acreditei numa coisa irreal. Tô com meu coração em paz. Me sinto na obrigação de vir aqui de público mostrar que simplesmente caí num golpe”, disse ele.

Assista abaixo:

 

Você não pode copiar o conteúdo desta página