sábado, fevereiro 24, 2024
InícioPolíticaMais um inelegível? Sérgio Moro pode ser cassado na próxima semana

Mais um inelegível? Sérgio Moro pode ser cassado na próxima semana

Publicado em

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) marcou para o próximo dia 8 de fevereiro o julgamento que pode levar à cassação do senador e ex-juiz Sérgio Moro (União-PR). A data foi definida pelo presidente da Corte, Wellington Emanuel Coimbra de Moura, nesta quarta-feira (31)

O que aconteceu
Ontem, o desembargador Luciano Carrasco Falavinha Souza, relator do processo contra Moro, liberou o caso para julgamento “na primeira data possível”. O TRE-PR retoma as sessões no dia 5 de fevereiro

Moura decidiu pautar o processo para a próxima semana. A decisão pegou a equipe de Moro de surpresa. Isso porque Moura deixa o TRE-PR amanhã (1º) e passará a presidência do tribunal para o desembargador Sigurd Roberto Bengtsson, que toma posse amanhã (1º)

Apesar da data, há incertezas se o TRE terá quórum para julgar Moro. O tribunal tem hoje três vagas abertas: uma de titular e duas de substitutos. Cabe ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) validar uma lista tríplice e enviá-la ao Planalto para o presidente escolher os nomes para as cadeiras. Isso deve ocorrer amanhã (1º)

Os desembargadores substitutos José Rodrigo Sade e Roberto Aurichio Junior, cujos mandatos terminaram neste mês, e a advogada Graciane Valle Lemos concorrem pela cadeira de titular

Moro acusado de abuso de poder
Moro é alvo de duas ações que o acusam de abuso de poder econômico. Os processos foram movidos pelo PL e pela federação Brasil da Esperança, formada por PT, PV e PCdoB —por tratarem do mesmo tema, elas foram unificadas e tramitam em conjunto.

Os partidos afirmam que Moro obteve uma vantagem indevida na disputa. Para as legendas, a pré-campanha do ex-juiz da Lava Jato gastou mais de R$ 2 milhões, o que teria lhe dado vantagem na corrida pelo Senado. Em dezembro, o Ministério Público Eleitoral defendeu a cassação de Moro.

Após depor no processo, o ex-juiz da Lava Jato afirmou que as acusações não se sustentava e se tratava de um “castelo de cartas”

Do Uol

 

Copiar

Últimas Notícias

Pico da dengue deve ocorrer até maio. “Desafio é evitar mortes’, alerta consultor da OMS

O Brasil pode chegar a 4,2 milhões de casos de dengue em 2024, segundo estimativas...

Rio Acre transborda, 18 bairros são atingidos na capital e Defesa Civil vê “início de grande desastre”

O Rio Acre transbordou no início da noite desta sexta-feira em Rio Branco. O...

Presidente da OAB, genro de Jorge Viana, é pressionado por “colegas” a resolver violação de prerrogativas e acesso “travado” a desembargadores

O presidente da OAB-Acre, Rodrigo Ayache, é cobrado a resolver casos de violação de...

Governo do Acre prepara nova licitação e encerrará contrato com MedTrauma; Leia nota oficial

Nota pública O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de...

Transbordo de igarapés Visionário e Sta Helena isola comunidade rural em plácido de Castro

Centenas de famílias de produtores rurais do ramal Mendes Carlos ll, na região do...

Você não pode copiar o conteúdo desta página