quinta-feira, maio 23, 2024
InícioDESTAQUEDesabamento iminente: Bocalom mantém operários sem proteção sob estrutura interditada e especialista...

Desabamento iminente: Bocalom mantém operários sem proteção sob estrutura interditada e especialista vê crime: “devia ser preso”

Publicado em

A gestão Tião Bocalon submete operários do SAERB a trabalharem debaixo da plataforma de concreto já interditada pelo Corpo de Bombeiro e Defesa Civil Municipal, na Estação de Tratamento de Água ((ETT ll) desabar. O lauto técnico do Bombeiros diz que o afundamento do solo pós enchente é um risco iminente.

Desde a semana passada os trabalhadores se revezam em carga horária exaustiva para remover montanhas de areia acumuladas nas pilares do reservatório de água. Eles cumprem ordem para acelerar as escavações, numa desespero da prefeitura para contra um possível colapso no abastecimento de água tratada em Rio Branco.

Sem nenhum equipamento de proteção individual, eles utilizam pás para remover a terra.

Sobre as cabeças dos trabalhadores estão toneladas de concreto armado proveniente de uma passarela. Parte dessa estrutura já veio abaixo na última semana e o restante pode desabar a qualquer momento.

Na última segunda-feira (9) o próprio prefeito Tião Bocalon declarou situação de emergência na ETA, reconhecendo que ela está em ruínas. Agora ele corre atrás de recurso do governo federal para comprar novos equipamentos sem licitação e, quem sabe, até contratar construtores  em caráter de urgência para reergue a estrutura.

Ainda tem a parede do fundo do reservatório com milhares de litros de água forçando a estrutura para baixo, exatamente onde se concentra o trabalho dos operários.

O especialista em segurança no Trabalho, José Roberto Menezes, ouvido pela reportagem de Oseringal, considerou um crime a exposição dos homens a uma situação de risco de morte tão iminente.

“Esse prefeito já tinha que estar preso por cometer uma truculência dessa natureza com seus próprios servidores. Todo mundo sabe que isso aí pode desabar sobre esses homens e matar todos eles”, disse.

Toda estrutura da Estação de Tratamento apresentou rachaduras após a última enchente com risco de desmoronamentos, segundo os órgãos competentes que realizaram vistorias no local.

Tião Bocalom admitiu que não tem um plano B para evitar o eventual um possível colapso no abastecimento de água em Rio Branco. E campanha eleitoral para reeleição, Bocalom  cobra todo o esforço dos operários do SAERB, mesmo eles correndo risco de vida, para manter a ETTA ll funcionando a qualquer custo.

.

Copiar

Últimas Notícias

Receita Federal abre da consulta ao 1º lote da restituição de IR

A Receita Federal liberou às 10h desta 5ª feira (23.mai.2024) a consulta ao 1º...

Federação de X1 e X2: convocatória anuncia eleição e posse de diretores em 21 de junho

O Presidente da Comissão Pró-fundação da Federação Acreana de X1 E X2, convoca a...

Deputados e Secretaria da Mulher ouvem vítimas de assédio que envolve presidente do Iapen

A Secretaria de Comunicação informou que as supostas vítimas de assédio pelo presidente do...

Policiais penais reagem e sindicalista diz que representaria melhor a categoria como presidente do Iapen; Ouça a entrevista

Éden Azevedo, presidente do Sindicato dos Policiais Penais, disse há pouco (ouça acima) que...

Rio Branco terá colapso no abastecimento de água em 10 dias, diz vereador

O vereador Nogueira Lima comunicou que a população de Rio Branco tende a sofrer...

Você não pode copiar o conteúdo desta página