sábado, junho 22, 2024

Top 5 desta semana

Notícias relacionadas

A face oculta do Bocalom: servidor relata demissões, assédio e ameaças para eleger Joabe Lira e federal indicado por Rueda

Abaixo, o relato de um servidor público municipal enviado na manhã desta terça-feira ao oseringal, denunciando uma “pressão insustentável” no prédio sede da prefeitura e na Secretaria de Saúde. A identidade dele será preservada, a pedido da própria fonte, que alega perseguições e demissões que já foram concretizadas. Leia:

“Está uma loucura na secretaria municipal de saúde de Rio Branco; além das perseguições aos funcionários de carreira, feito pelo braço direito do prefeito Tião Bocalom, Fabiano lira, que irmão do pré candidato a vereador Joabe Lira; onde todos já sabem a prefeitura inteira está sendo obrigada a apoiar. O atual secretário de Nogueira (UB); designou o diretor de gestão Fabiano Lira; irmão do canditato a vereador Joabe Lira a andar em todas as unidades de saúde; coagindo e em muitas situações fazendo assédio moral com os terceirizados; pois a ordem é saber quem indicou cada terceirizado; pois para o secretário Dr Nogueira dependendo da indicação os mesmo serão demitidos;

A ideia é indicar terceirizados dos vereadores que apoiam o Fábio Rueda em 2026 para deputado federal;

A perseguição e assédio moral não param dentro da semsa; a última ameaça do secretário Nogueira foi a rescisão dos contratos de terceirização;

agora imaginem vcs mais de 300 pais de família demitidos; simplesmente devido a acordos políticos entre o prefeito Tião Bocalom (PL) e o Fábio Rueda (UB).

Até onde essa política suja irá chegar?

Será se realmente o prefeito Tião Bocalom quer ser reeleito?

Você não pode copiar o conteúdo desta página